terça-feira, 9 de novembro de 2010

Pastor acalmou a rebelião em São Luiz/MA

Conheça o Pastor Marcos Pereira: o homem que acalmou a rebelião em SL

Pastor Marcos é conhecido por ajudar as negociações em rebeliões em presídios. A presença dele no prédio anexo Presídio São Luís foi exigência dos detentos.

Pastor Marcos já ajudou a por fim em mais de 10 rebeliões.

O carioca Marcos Pereira, de 54 anos, é pastor da Igreja Assembleia de Deus dos Últimos Dias, do Rio de Janeiro. Ele é conhecido nacionalmente por ajudar nas negociações de rebeliões em presídios do Rio De Janeiro e outros estados, quando é solicitado. Caso que aconteceu em São Luís.

Marcos se tornou evangélico em 1989, quando foi levado por um amigo de trabalho para assistir um culto em um teatro do Fluminense. No ano seguinte, Pastor Marcos iniciou o trabalho com a igreja nos presídios. O primeiro foi no Presídio de Segurança Máxima, na Ilha Grande, no Rio de Janeiro. Atualmente, Marcos atua em todas as penitenciárias do Rio, tendo como fruto do trabalho milhares de ex-detentos totalmente recuperados.

Fama

O Pastor Marcos ajudou a por fim em mais de 10 rebeliões em presídios. Um exemplo foi na Casa de Custódia, em Benfica, também no Rio de Janeiro, em maio de 2004. Na ocasião, o pastor, a convite do governador Antony Garotinho, pôs fim a três dias de rebelião, salvando centenas de pessoas que estavam como reféns, entre detentos e agentes.A Igreja Assembléia de Deus dos Últimos Dias prega a Palavra de Deus não só em presídios, mas também em favelas, hospitais, lares e em creches. O Pastor Marcos também sobe morros para tentar acalmar as guerras entre traficantes. Ele acredita na recuperação do homem através do poder de Deus, que faz do homem uma nova criatura.

Rebelião em São Luís

A presença do Pastor Marcos Pereira foi uma das exigências dos detentos rebelados no prédio anexo do Presídio São Luís. Com a chegada dele, dois reféns, que estavam em poder dos presos a mais de 24h, foram liberados.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário